SINEPE/DF dá dicas de estudos para se sair bem no vestibular

Preparar-se para as provas exige planejamento, disciplina e também descanso e cuidado com a saúde. Confira

Publicado em 25/01/2018 às 10:00:00

Obter uma boa nota no vestibular e, assim, ingressar em uma boa universidade é o desejo da maior parte dos alunos que estão no ensino médio. Mas, para garantir uma boa nota e uma boa colocação, é necessário se preparar para as provas que vai fazer – sem esquecer, no entanto, de pausas e descansos, e do cuidado com o corpo, que também influencia na mente. Confira essas dicas que o Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Distrito Federal (SINEPE/DF) preparou para ajudá-lo na rotina de estudos:

 

- Leia bem o edital das provas que vai fazer, pois é importante conhecer o tipo e as exigência de cada teste;

- Faça provas de exames anteriores do vestibular para o qual está prestando: dessa forma, você adquire confiança e familiaridade com as questões que poderão ser cobradas;

- Mantenha uma rotina que inclua exercícios físicos: a prática de atividades físicas traz benefícios ao corpo e ao cérebro, colaborando para melhor concentração e fixação do conteúdo estudado;

- Tenha uma alimentação balanceada e nutritiva e durma bem: além de descansar o corpo e a mente, uma boa noite de sono traz benefícios para a memória;

- Se estiver em dúvida sobre o curso ou a universidade que deseja estudar, procure um orientador vocacional ou profissional responsável dentro da escola;

- Faça um cronograma de estudos: organize-se a fim de criar o hábito de estudar todos os dias e aproveitar melhor o tempo, dando mais atenção àquilo em que tem mais dificuldade, por exemplo;

- Revise a matéria estudada no dia e faça resumos e fichamentos;

- Aproveite os professores: sempre que possível, tire dúvidas com relação às matérias estudadas;

- Procure intercalar as disciplinas na hora de estudar: mescle matérias de humanas com exatas em uma tarde, por exemplo, ou uma com que você tem mais facilidade com outra com a qual tem menos facilidade, para que o estudo fique mais dinâmico;

- Faça intervalos de aproximadamente 15 minutos entre uma disciplina e outra para arejar a cabeça;

-Treine a redação: pelo menos uma vez na semana, escreva um texto com tema variado, respeitando a quantidade de linhas permitidas para o exame escolhido;

- Use parte do tempo livre para fazer atividades que possam colaborar com os estudos de forma descontraída; ir a museus, assistir a documentários e ler revistas e jornais são boas alternativas;

- Se o nível de estresse ou ansiedade estiverem muito elevados, peça ajuda; fale com seus familiares, com o coordenador da escola e, se necessário, com um profissional de saúde.